Agora, pois, pergunta aos tempos passados, que te precederam, desde o dia em que Deus criou o homem sobre a terra, desde uma extremidade do céu até à outra, se sucedeu jamais coisa tamanha como esta ou se se ouviu coisa como esta; ou se algum povo ouviu falar a voz de algum deus do meio do fogo, como tu a ouviste, ficando vivo; ou se um deus intentou ir tomar para si um povo do meio de outro povo, com provas, e com sinais, e com milagres, e com peleja, e com mão poderosa, e com braço estendido, e com grandes espantos, segundo tudo quanto o Senhor, vosso Deus, vos fez no Egito, aos vossos olhos”. Deut. 4.32-34.

Moisés está relembrando o povo de que Deus é único. Que o que Ele fez nenhum outro deus fez por nenhum outro povo.

Deus é único e a experiência do povo é única.

Você já teve uma experiência real com Deus? Lembra-se de como foi? Você conhece a experiência de outras pessoas? Ao compararmos nossas experiências com as de outros irmãos percebemos que não há uma experiência igual a outra. Sabe por que? Por que Deus é único, mas nós também somos.

Fomos criados por Deus para sermos únicos. Não somos uma produção em série. Quando Deus criou cada um de nós estava realizando uma obra exclusiva.

O Deus único criou um povo em que cada individuo é uma “obra de arte” que retrata o seu criador.

Nada em nós precisa ser igual a nada ou a ninguém, por que Deus nos fez únicos para manifestarmos a grandeza do Deus que nos criou e ao qual servimos.

Glorifique a Deus por tê-lo feito de modo diferente e especial.

Rev. Sergio

Seu pastor


compartilhe


Deixar uma Resposta